Comitiva da FINDES realiza visita de benchmarking na FIEC - IEL/CE - Instituto Euvaldo Lodi
telefone(85) 4009.6300

Comitiva da FINDES realiza visita de benchmarking na FIEC

17/03/2022 - 15h03

A Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) recebeu nesta terça-feira (15/3) uma comitiva da Federação das Indústrias do Espírito Santo (FINDES) para uma visita de benchmarking. O diretor geral da FINDES, Paulo Lacerda, o superintendente do Instituto Euvaldo Lodi (IEL Espírito Santo), Alessandro de Castro, e o gerente executivo de Tecnologia da Informação da FINDES, Alex Rodrigues, cumpriram uma extensa agenda para conhecer o modelo de atuação do IEL Ceará, do Observatório da Indústria e as estratégias de transformação digital do Sistema FIEC.

Os executivos foram recebidos pela superintendente do IEL Ceará, Dana Nunes, e a agenda começou com uma apresentação das instalações do Instituto. De acordo com a superintendente, o IEL Espírito Santo recebeu recentemente o seu novo líder e a ideia é que ele possa conhecer mais detalhadamente como o IEL Ceará se reestruturou para se reposicionar no mercado, conseguindo dar um salto de qualidade para gerar mais negócios e garantir a sustentabilidade da casa.  

“O objetivo é estreitar esse relacionamento, inclusive com alguns programas conjuntos e somar com a Rede IEL. É intenção do novo superintendente do Espírito Santo, que atuava anteriormente na Faculdade da Indústria e que já tinha um bom relacionamento conosco, conhecer a nossa Educação Executiva, que hoje é referência nacional, e alguns programas que nós criamos, como o Orientação de Carreiras, pioneiro no país. Com base nessa troca, eles irão estruturar o portfólio deles”, destacou a superintendente.     

Alessandro de Castro contou que é a primeira visita de benchmarking como superintendente do Espírito Santo. “Estou no IEL há 12 anos e desde o início, no Paraná, interagia com outros regionais. O IEL Ceará passou a ser referência no Brasil em termos de atuação. Então, estimulado pela nossa presidente (Cristhine Samorini) e pelo nosso diretor geral (Paulo Lacerda) viemos olhar o que o IEL Ceará tem de bom e buscar caminhos, aprender com as lições aprendidas aqui, para nos espelhar nas boas práticas de gestão do IEL Ceará para que o Espírito Santo venha a ser um grande potencial”, afirmou o superintendente. 

Na opinião dele, entre os principais aprendizados da visita está o embasamento da atuação do IEL Ceará nos pilares: pessoas, transformação digital e o olhar especial para os negócios. “O que eu quero levar de experiência são esses pilares. O pilar das pessoas, que eu pude vivenciar aqui hoje, ficou muito claro por meio da sinergia e do comprometimento da equipe. Também chama a atenção a sinergia entre o IEL e as outras casas, SESI e SENAI. É muito bom ver o IEL realmente incluso e atuante dentro do Sistema”, ressaltou.

No Observatório da Indústria, a comitiva foi recebida pelo gerente Guilherme Muchale, que fez uma explanação técnica sobre o Centro de Dados, e pelo diretor de Inovação e Tecnologia da FIEC, líder do Observatório, Sampaio Filho, que mostrou como foi a condução do processo de transformação digital do Sistema FIEC como estratégia de negócio e sua aplicabilidade nos processos internos. Em seguida, a comitiva conheceu os modelos comercial, de planejamento e de governança da Federação do Ceará.   

Paulo Lacerda, diretor da FINDES, explica que a federação tem um programa de benchmarking muito ativo, que é uma orientação da presidente, para conhecer o que está sendo feito pelo país e aplicar as melhores práticas no Sistema do Espírito Santo. Segundo ele, a FINDES irá inaugurar o seu próprio Observatório em maio e o Ceará, por estar em um nível mais avançado, tem muito a contribuir com o portfólio capixaba. “A gente vem num movimento de profissionalizar cada vez mais a execução da estratégia da gestão da atual diretoria. Nos chama atenção como o Observatório do Ceará faz parte de tudo, tudo gira em torno do que é o Observatório e isso nos impressiona muito, como a inteligência do Observatório consegue fazer entregas em todas essas etapas, gerando valor para as entidades e para os clientes. Tanto que é o Observatório, dos que a gente viu, que mais tem gerado receita justamente por entregar valor”, declarou o diretor.

 

Acompanhe o Sistema FIEC nas redes sociais:

IEL - Instituto Euvaldo Lodi Núcleo do Ceará | CNPJ: 07.084.577/0001-78
Av. Barão de Studart, 1980 - Mezanino - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024
Política de Privacidade & Copyright