FIEC recebe comitiva da Federação das Indústrias do Mato Grosso do Sul em visita de benchmarking - IEL/CE - Instituto Euvaldo Lodi
telefone(85) 4009.6300

FIEC recebe comitiva da Federação das Indústrias do Mato Grosso do Sul em visita de benchmarking

06/05/2022 - 19h05

A Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) recebeu, entre os dias 3 e 5 de maio, uma comitiva da Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso do Sul (FIEMS) para uma visita de benchmarking, a fim de conhecer o modelo de gestão e as estratégias de atuação do Sistema FIEC. Os representantes foram recepcionados pelo Superintendente de Relações Institucionais da FIEC, Sérgio Lopes. Vieram ao Ceará o Chefe de Gabinete da Presidência da FIEMS, Robson del Casale, e o Diretor Regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI Mato Grosso do Sul), Rodolpho Caesar Mangialardo.

Robson del Casale considerou a visita como "um aprendizado muito grande". "O sistema indústria do Brasil precisa disso, fazer uma interlocução entre as federações pra que a gente possa desenvolver a indústria do País. Cada um com sua peculiaridade, com seu regionalismo, mas precisamos estar integrados. Esse intercâmbio é fundamental, e a gente vem aqui para comprovar que a FIEC é uma Federação, e o Ceará é um estado que estão na vanguarda de muitos assuntos, com alto investimento tecnológico, com alto desenvolvimento. E ter acesso e contato com isso, para nós, é engrandecedor", afirmou.

O Diretor Regional do SENAI MS, Rodolpho Caesar Mangialardo, frisou que a visita feita nas unidades que formam a FIEC foi importante na manutenção das relações interestaduais. "A gente sai daqui maravilhado com a imersão total, com tudo o que a gente viu".

Início da agenda

A visita iniciou na terça-feira (3/05), com uma reunião com a Superintendente do Instituto Euvaldo Lodi (IEL Ceará) e Líder do Fortalecimento Sindical da FIEC, Dana Nunes. Ela apresentou as instalações do IEL Ceará e explicou como o Instituto conseguiu dar um salto de qualidade de 2019 até aqui, tornando-se referência nacional. A Superintendente destacou os diferenciais do IEL Ceará e mostrou todo o trabalho de reestruturação que foi realizado para que o IEL Ceará se posicionasse atualmente com um olhar voltado para o mercado com o objetivo de gerar valor, negócios e garantir a sustentabilidade da Casa. Dana Nunes também apresentou a atuação da FIEC, por meio do Núcleo de Expansão Industrial, e a parceria com o Sebrae, única no país, que permite a realização de diversos projetos em prol dos sindicatos e das empresas associadas. 

Para Robson del Casale, a apresentação do IEL Ceará foi surpreendente. "Iniciamos nossa visita pelo IEL, mas previamente tivemos uma recepção muito calorosa e amigável com o Presidente Ricardo Cavalcante. Conhecer a atuação do IEL Ceará e a forma como o Instituto vem conduzindo todos os projetos, para nós, é muito importante, porque a gente vê que é um modelo que já deu certo. É um modelo inovador, um modelo tecnológico e que, para nós, é muito importante conhecer, em que pese as peculiaridades de cada Estado. Muita coisa daqui a gente consegue levar para o nosso Estado e tentar aplicar lá da melhor forma possível. Então, o IEL Ceará, a Dana e toda a sua equipe estão de parabéns pela forma como vêm conduzindo esse trabalho. Tenho certeza que, hoje, o IEL Ceará faz toda a diferença nas indústrias do Ceará. Isso para nós é motivo de orgulho porque a gente entende que a indústria do Brasil é uma só. E quando a gente vê o que está sendo feito aqui, a gente fica muito orgulhoso", declarou.

Já o Diretor Regional do SENAI MS considera que os principais diferenciais da FIEC são a motivação da equipe, que pôde ser notada em pouco tempo de visita, e a interlocução ativa com os sindicatos. "Além da energia e do brilho nos olhos das pessoas, o empenho e a motivação da equipe em desenvolver esses projetos, a habilidade de conseguir se comunicar com a indústria, com os sindicatos e com os colaboradores do Sistema, acho que tudo isso é um grande diferencial e certamente é o que tem feito a diferença, não só nos resultados, mas nas entregas. A gente pode ter resultados maravilhosos, mas se na ótica do empresário ele não estiver feliz com o serviço, então não é um resultado positivo. Por isso, a FIEC está de parabéns e queria já agradecer de antemão essa receptividade em nome do nosso Presidente Sérgio Longen", destacou. 

Visita ao Observatório e ao Núcleo ESG

No Observatório da Indústria, a comitiva foi recebida pelo Gerente, Guilherme Muchale, que fez uma explanação técnica sobre o Centro de Dados, e pelo Diretor de Inovação e Tecnologia da FIEC e Líder do Observatório, Sampaio Filho, que mostrou como foi a condução do processo de transformação digital do Sistema FIEC como estratégia de negócio e sua aplicabilidade nos processos internos. Em seguida, a comitiva conheceu os modelos comercial, de planejamento e de governança da Federação do Ceará.  

“Para nós foi muito importante vir até aqui conhecer o Observatório, que já tem uma credibilidade em todo o Brasil. Ficamos impressionados com a estrutura e com tudo que é feito aqui, vamos levar para o Mato Grosso do Sul o know-how da FIEC e adaptar à nossa realidade”, afirmou Robson Del Casale.

Ao final do dia, o grupo se reuniu com o time do Núcleo de Governança Ambiental, Social e Corporativa (ESG) da FIEC, liderado pelo Vice-Presidente da FIEC, Jaime Bellicanta. Também estiveram presentes a Coordenadora do Núcleo ESG-FIEC, Alcileia Farias e o Assessor do Núcleo, Leonardo Lima.

Na quarta-feira (4/05), os representantes da FIEMS visitaram o SESI e o SENAI em Maracanaú, passando pelo Instituto SENAI de Tecnologia, pela unidade do SESI e pela Unidade Escolar do SENAI. Durante a tarde, eles conheceram as unidades do SESI e do SENAI na Barra do Ceará, em Fortaleza.

CIN e Hidrogênio Verde

Já nesta quinta-feira, (05/05), a comitiva da FIEMS foi recebida pela Gerente do Centro Internacional de Negócios (CIN), Karina Frota, que apresentou, por meio de cases, o resultado do trabalho realizado pelo CIN com empresas que desejam exportar ou importar.

Além disso, a equipe do CIN apresentou os projetos que estão sendo desenvolvidos no momento, além do projeto de consultoria de importação, que visa facilitar a atuação das empresas durante todo o processo de compra de produtos do exterior, apresentando melhores oportunidades de aquisição de matéria-prima e/ou maquinário que tornem a produção industrial mais competitiva.

“O CIN de Fortaleza é uma referência em negócios de importações e exportações a nível nacional. Ficamos muito felizes com a visita e pode ter certeza que vamos usar algumas coisas que vimos aqui para dar uma impulsionada nos nossos negócios. Parabéns a toda a equipe do CIN Ceará”, disse Rodolpho Caesar Mangialardo, Diretor Regional SENAI/MS.

Durante a tarde, a comitiva ainda participou de uma reunião que contou com uma apresentação sobre o Hidrogênio Verde e o potencial cearense, bem como conheceram o Atlas Eólico e Solar do Nordeste. O encontro foi mediado pelo Consultor de Energia da FIEC, Jurandir Picanço.

"Especificamente com relação ao Hidrogênio Verde, a gente tem no Mato Grosso do Sul o nosso Instituto SENAI de Inovação, voltado à biomassa, mas ainda está um pouco distante do que há aqui. Tem avanços com grandes parceiros, federações, a Universidade Federal do Ceará, o Governo do Estado, o Pecém, fazendo assim aportes de tempo fantásticos pra que o Hidrogênio Verde seja uma realidade, já", ressaltou Rodolpho Caesar.

 

Acompanhe o Sistema FIEC nas redes sociais:

IEL - Instituto Euvaldo Lodi Núcleo do Ceará | CNPJ: 07.084.577/0001-78
Av. Barão de Studart, 1980 - Mezanino - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024
Política de Privacidade & Copyright