telefone(85) 4009.6300

Museu da Indústria realiza concerto de Orquestra da UECE durante programação do Viva o Centro Fortaleza

26/05/2015 - 14h05

A Orquestra Sinfônica da UECE realizou um concerto no dia 23 de maio, no Museu da Indústria, como parte da programação do Viva o Centro Fortaleza, um projeto de várias instituições e produtores culturais para movimentar o Centro da cidade com programações culturais.

Na ocasião, o gestor do Museu da Indústria, Luis Carlos Sabadia, anunciou que o Serviço Social da Indústria (SESI/CE) está próximo de assinar um convênio com a UECE para criação da Orquestra SESI/UECE. “O Museu da Indústria está aberto a apresentações culturais, de dança, música e arte de forma geral”.

O maestro Alfredo Barros destacou a importância da orquestra de base para a formação da orquestra profissional e de músicos profissionais. 

Viva o Centro Fortaleza

Um dia de ações culturais integradas entre museus, teatros, equipamentos culturais e lugares de fruição cultural do Centro de Fortaleza. Essa é a programação do Viva o Centro Fortaleza, que tem como objetivo principal a valorização do Centro sob o aspecto cultural, promovendo uma melhor qualificação do uso e preservação dos espaços públicos e privados.

O objetivo, segundo explica o gestor do Museu da Indústria, Luis Carlos Sabadia, o objetivo é levar programação cultural a um público diversificado. “Estamos no quadrado de 1,5km2 de maior número de espaços culturais e uma população de menor acesso a cultura. Pensamos em uma programação voltada para essas pessoas, para quem frequenta o Centro para compras, para todos os públicos. Queremos atraí-las e mantê-las no Centro”.

A programação no Museu da Indústria iniciou com café da manhã no Bistrô, o AMI Restaurantes e Depois, que também estave aberto depois da apresentação para almoço. Além do concerto, quem visitar o espaço pode conferir a exposição de longa duração "História da Industrialização do Ceará", um convite a fazer uma viagem no tempo e conhecer a rica e fascinante história da industrialização cearense que se inicia com o ciclo do couro e chega até os dias atuais.

O advogado Carlos Marcos Augusto e a esposa levaram o filho Lucas, de 7 anos, para assistir a apresentação da orquestra. Emocionado, Carlos disse que se surpreendeu com a exposição e a estrutura do Museu da Indústria. “Está sendo uma excelente manhã de sábado. Dá para fazer uma leitura importante da economia cearense por meio das peças expostas aqui. É um contraste da riqueza com a severidade”.

Organizado por cidadãos, entidades da sociedade civil e equipamentos culturais situados na região, o movimento vem se reunindo desde janeiro. Participam desta primeira edição o Museu da Indústria, Centro Cultural do Banco do Nordeste do Brasil (CCBNB); Secretaria de Cultura do Ceará através do Theatro José de Alencar; Teatro Carlos Câmara; Sobrado José Lourenço e Museu do Ceará; Associação dos Guias Turísticos (AGIR);  Instituto Cultural Anima; Conselho Comunitário de Defesa Social - Centro; Programa Fortaleza a Pé; Casa Fora do Eixo Nordeste; Associação dos Produtores do Ceará (PRODISC) e Secretaria da Cultura Municipal de Fortaleza, por meio da SECULTFOR. 

         

Acompanhe o Sistema FIEC nas redes sociais:

  • CENTRO INTERNACIONAL DE NEGÓCIOS: Facebook
IEL - Instituto Euvaldo Lodi Núcleo do Ceará | CNPJ: 07.084.577/0001-78
Av. Barão de Studart, 1980 - Mezanino - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024
POLÍTICA DE PRIVACIDADE & COPYRIGHT